Palestras destacam projetos de reforma tributária e marco legal das startups

No final da tarde desta quarta-feira (21), foi realizada a reunião mensal online da Comissão Gestão Empresarial. Após a palavra do vice-presidente do comitê, Wagner Suzuki, diretor-presidente da Construtora Hoss, aconteceram as palestras “Tributação do investimento japonês no Brasil: Propostas e soluções na reforma tributária”, proferida por Romero J.S. Tavares e “O marco legal das startups”, por Rodolfo Tsunetaka Tamanaha e Luciana Renouard.

Romero J.S. Tavares é sócio-líder da consultoria tributária internacional da PwC Brasil e consultor da Confederação Nacional da Indústria (CNI), PhD em tributação internacional pela Universidade de Viena (Wirtschaftsuniversität Wien, Áustria), mestre em negócios internacionais pela Universidade de Detroit (EUA), com pós-graduação pela Faculdade de Direito de Harvard (EUA).

Rodolfo Tsunetaka Tamanaha é sócio tributário do Madrona Advogados, doutor em direito tributário e tecnologia pela USP (Universidade de São Paulo) e mestre em direito público pela UNB (Universidade de Brasília). Luciana Renouard é sócia M&A do Madrona Advogados, especialista em análise de contratos pela Universidade Georgetown, Washington (EUA).

O palestrante Romero Tavares apresentou os impactos nos investimentos japoneses no Brasil, de diferentes projetos de reforma tributária no Brasil e no âmbito da OCDE. Explicou propostas, bem como mostrou soluções possíveis para os eventuais problemas identificados nos projetos de lei em discussão, abordando temas de relevo tanto para a indústria tradicional quanto para a economia digital. E para isso o profissional deu exemplos práticos, com linguagem simples, que facilitaram a transmissão da mensagem.

No segundo momento, os palestrantes Rodolfo Tsunetaka Tamanaha e Luciana Renouard explanaram sobre os principais aspectos do recém-aprovado marco legal das startups, estratégias de investimentos e captação de recursos, por meio de investidores-anjo e de empresas com produção econômica intensiva em pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Coordenado pelo advogado-sócio de Stüssi-Neves Advogados, Fernando Seiji Mihara, mediador, e pelo diretor-executivo da Ajinomoto do Brasil, Ricardo Sasaki, o encontro contou com cerca de 50 participantes.

Através das reuniões mensais, a Comissão de Gestão Empresarial persegue um de seus objetivos: apresentar ferramentas para o aprendizado, levando subsídios e ampliando o debate entre os associados da Câmara.

Para assistir ao vídeo da reunião, acesse aqui .

PDF anexos:
1. “Tributação do investimento japonês no Brasil: Propostas e soluções na reforma tributária”  
2. “O marco legal das startups” 

 

RI / CCIJB – 21/07/2021